Início / jornalismo / Bairro da Juventude chega aos 70 anos







Bairro da Juventude chega aos 70 anos


Por Michelle Veiga
30/08/2019 21:08:50


Fundado em 1949, o Bairro da Juventude completa no domingo (1º de setembro) 70 anos. São sete décadas de trabalhos voltados às crianças, adolescentes e jovens em risco social. Atualmente atende, em período integral, e de forma gratuita 1,5 mil alunos.

Maria Eduarda Bicca, 13 anos, é uma das adolescentes atendidas pela instituição. Na entidade, ela desenvolveu habilidades, conhecimentos e sonhos. "Eu aprendi a cantar direitinho e já estou começando a tocar trompete e violino", conta orgulhosa. A adolescente se capacitou por meio das atividades em que participa: canto coral, orquestra de cordas e metais, dança e cerâmica.

Mas ela não adquiriu apenas técnicas musicais e artísticas. Maria Eduarda passou a reconhecer suas condições e ser grata por elas. "Eu aprendi a agradecer. Ser agradecida por tudo que eu tenho; por ter uma família que sempre me apoia e me incentiva e também agradeço por ter o Bairro na minha vida. Meu desejo é que, cada vez mais, as pessoas saibam o quanto o Bairro é importante", revela a menina que também é representante da Instituição no Projeto Vereador Mirim.  

                     Se depender do empenho do Bairro, esse sonho já é uma realidade. "Nós trabalhamos de forma honesta, transparente e mostrando sempre para a comunidade o que o Bairro faz; o que pretende e aonde quer chegar. O mundo vai mudar, o Bairro vai mudar, mas o nosso trabalho é que ele acompanhe essas mudanças, sendo sempre muito aberto à comunidade e correto", explica a diretora executiva da entidade, Sílvia Regina Luciano Zanette.

 

Uma história construída por muitas mãos

Desde a sua fundação, por iniciativa do Rotary Club, passando pela Congregação Rogacionista até chegar, em 1975, à administração da sociedade, a instituição passou por diversas transformações. "No inicio, a equipe era reduzida, não tínhamos o quadro de profissionais que temos atualmente, no entanto a vontade de fazer o melhor sempre foi muito aflorada na entidade. Hoje, também desejamos mostrar para a criança que ela possui diretos, deveres, que ela é parte desse mundo e precisa ser respeitada", afirma Sílvia.

 Mesmo com todas as mudanças, a entidade sempre carregou consigo uma missão: transformar a vida de crianças, adolescentes e jovens.  E neste ano, esses objetivos ficaram, ainda mais, claros. "Voluntariamente, a empresa Empória Branding nos ajudou a rever o nosso posicionamento e a forma como nos comunicávamos com o público. A nossa ideia não é mais que as pessoas ajudem pelo simples fato de ajudar, mas se sintam parte de nossa causa", comenta o diretor de projetos do Bairro da Juventude, Anézio Luiz de Souza.

Contar com a participação da comunidade e do empresariado é fundamental para o desenvolvimento da Instituição. "O envolvimento de todos permite que continuemos transformando vidas. A gente nota que as crianças, adolescentes e jovens que passam pelo Bairro têm a oportunidade de mudar suas vidas", conta o presidente do Conselho Deliberativo, José Altair Back.

 

"Construí toda a minha carreira no Bairro da Juventude"

Isso foi o que aconteceu com o ex-aluno do Bairro da Juventude Paulo Rech. Ele ingressou aos 11 anos na instituição, na década de 60. O ensino que recebeu foi decisivo para sua vida. "Eu construí toda a minha carreira pessoal e profissional no Bairro. Obtive experiências com pessoas que agregaram muito para minha formação. Se eu tenho o que tenho hoje, se eu sou quem eu sou hoje, foi graças ao incentivo que tive no Bairro", revela. Hoje, aos 64 anos, Rech ocupa o cargo de gerente-executivo de projeto especiais do Departamento Nacional do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), em Brasília.

Não foi diferente com Sérgio Nunes Vitório Júnior, de 25 anos. Aos seis anos, chegou ao Bairro da Juventude, onde permaneceu até o ensino profissionalizante. Formou-se nos cursos de Programador de Computador e de Padaria e Confeitaria. Iniciou no mercado de trabalho como Jovem Aprendiz, encaminhado pela instituição. Entrou na faculdade e começou o curso de Serviços Sociais. "E neste ano, em setembro, quando o Bairro completa 70 anos, eu vou me formar", comemora.

"Falar do Bairro é falar da minha vida. O Bairro faz parte dela. Se eu sou o que sou hoje, foi graças ao Bairro. Ele teve uma missão social na minha vida muito importante, assim como ele tem na vida de milhares de crianças e adolescentes", diz.

 

O Bairro da Juventude oferece:

 

EDUCAÇÃO – Aproximadamente 950 crianças e adolescentes têm acesso ao ensino integral.

OPORTUNIDADE - Por ano, 540 jovens são direcionados ao mercado de trabalho.

SEGURANÇA - O transporte dos alunos é feito por três ônibus que percorrem mais de 80 bairros de Criciúma e municípios vizinhos.

ALIMENTAÇÃO - Quatro refeições diárias e o acompanhamento de nutricionistas garantem uma alimentação saudável e balanceada a todas as crianças e jovens.

SAÚDE - Por ano, o Bairro da Juventude realiza mais de três mil atendimentos na área médica e de enfermaria, e quase dois mil atendimentos odontológicos.

ESPORTE, LAZER E CULTURA - Os momentos de descontração, movimento e criatividade são garantidos através das Atividades Esportivas, Culturais e Laboratórios Educativos.






COMPARTILHE:






Mais Lidas