Início / jornalismo / Confira o resumo das informações da greve dos caminhoneiros na região







Confira o resumo das informações da greve dos caminhoneiros na região


Por Carlos Filipe
28/05/2018 11:00:25


A Rádio Difusora continua a cobertura da greve dos caminhoneiros e o impacto das paralisações. Confira o resumo das informações da manhã dessa segunda-feira (28).

Içara

Prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon, confirma a manutenção de todos os serviços do Município nesta segunda-feira. "Para amanhã a situação se complica se não houver a manutenção do abastecimento. Acredito que a greve acaba, mas a normalização dos abastecimento vai demorar. Nós vamos fazer o esforço para manter tudo normal para que a população não sofra", argumenta.

Criciúma

Semana começa com os serviços funcionando normalmente em Criciúma. Reunião realizada no início da noite de domingo definiu novas estratégias. Se a greve não cessar, o Governo pode decretar emergência e comprar diesel para abastecer veículos em postos onde o combustível ainda existe e a não normalização irá forçar um ponto facultativo na sexta-feira.

Hospital São Donato

Informação do diretor administrativo do Hospital São Donato, Júlio de Lucca, é que os atendimentos ocorrem normalmente na unidade. Segundo ele, não há mudanças no Pronto Socorro, maternidade, atendimento aos pacientes internados e nem nas cirurgias agendadas. Hospital tem estoque de insumos para mais uma semana.

Economia

Professor Enio Coan avalia a greve dos caminhoneiros como uma catástrofe sem precedentes para a economia brasileira. 'Vai dar um baque em todo o país para o andamento da economia. O impacto desta semana de paralisação será gigantesco. A cadeia produtiva toda parou", alerta. Segundo Enio Coan o ano já vinha sendo pior do que se imaginava economicamente e agora o freio no PIB será maior. "Já tínhamos reflexos muito fortes e agora com esta questão o freio será ainda maior". No entanto, Coan entende que o movimento dos caminhoneiros tem apoio amplo da população. "Ele deixou de ser um movimento de estrada, de caminhoneiros. Não é mais um movimento contra o combustível é um movimento contra o sistema",

Avicultura

Aviários da Região estão em situação crítica. Informação de Emir Tezza, presidente da Associação dos Avicultores da Região. "Boa parte dos aviários estão sem ração e as fábricas de ração sem insumos para produzir ração. Nos últimos dias 500 mil pintinhos de um dia foram sacrificados, as aves que estavam em ponto de abate estão emagrecendo e vão morrer. No campo, o momento é de alerta", argumenta.








COMPARTILHE:






Mais Lidas