Início / Variedades / De casa nova, AMA precisa de ajuda







De casa nova, AMA precisa de ajuda


Por Michelle Veiga
26/03/2018 08:33:00


Desde o fim de novembro de 2017, a AMA (Associação de Amigos do Autista) de Criciúma está em um novo local. Apesar das novas, maiores e melhores estruturas, a instituição continua passando por um momento difícil. Com uma grande despesa de aluguéis, contas de água, luz, alimentos, quadro de funcionários e outros gastos, a receita orçamentária precisa suspirar no fim do mês.

Atualmente, a AMA atende 96 alunos, de três a 38 anos, divididos em oito municípios da região da AMREC (Associação dos Municípios da Região Carbonífera) e AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense). Com um quadro de 11 funcionários da entidade, mais os profissionais ACTs e efetivos, o aluguel mensal da nova sede passa dos cinco mil reais.

"Nós gastávamos aproximadamente R$ 4 mil de aluguel de duas sedes, durante o primeiro semestre de 2017. De lá pra cá nós ficamos apenas com uma sede e o valor diminuiu para R$ 300. Agora na nova sede, o aluguel é de R$ 5.500, fora os gastos com água, energia, material escolar e outras despesas", afirma a psicóloga da AMA, Ledijane Sachet Ghisi.

Apesar da entidade atender o total de oito municípios, somente a prefeitura de Criciúma por convênio faz um repasse financeiro (mensal) e cede o transporte gratuito para as famílias do município. "Além desse repasse de Criciúma, também recebemos um convênio do SUS (Sistema Único de Saúde), do Carvão Amigo (Satc e Siecesc), do Troco Solidário de alguns supermercados da cidade de Criciúma e doações das comunidades", explica a diretora pedagógica e assistente social, Izolete Fátima Folchini Felippe.

O que a AMA oferece

Com profissionais preparados e qualificados, a AMA oferece aos seus alunos atendimento pedagógico, ocupacional e de integração. "Na parte pedagógica temos nossos professores da FCEE (Fundação Catarinense de Educação Especial) atendimento psicológico, fonoaudiólogo e terapia ocupacional. Também temos fisioterapia, assistência social, médicos voluntários (neurologista e psiquiatra infantil) " explica Izolete.

Além desses serviços, também é realizado projetos como a cinoterapia e equoterapia, em parceria com o 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) e de natação, em parceria com a Via Corpo Academia.

Necessidades do mês

A AMA oferece três refeições diárias aos seus estudantes. Lanche da manhã, almoço e lanche da tarde. Atualmente, a instituição está precisando dos seguintes produtos: feijão, açúcar, farinha de trigo, café, achocolatado, leite, bolachas, azeite, fermento, extrato de tomate, álcool em gel, detergente de louça, saco de lixo, sabão em barra, sabão em pó, papel Higiênico, papel toalha, água sanitária, escova de dente, creme dental.

Informações para contato com a AMA:

Fones: (48) 3462-9804 – (48)3433-6623 /

           email: [email protected].

          Conta para doações: 60.302-3      Agencia: 3542-6


Colaboração: Assessoria Voluntária da AMA






COMPARTILHE:






Mais Lidas